Romance de época ambientado no Brasil levanta empoderamento feminino no século XIX

Romance de época ambientado no Brasil levanta empoderamento feminino no século XIX
Em “A conquista do conde”, escrito por Deborah Strougo, os leitores acompanharão uma história recheada de reviravoltas e reflexões sociais

O século XIX foi muito importante para as mulheres em grande parte do mundo, pois nesta época os espaços começaram a serem ocupados pela força feminina, na qual famílias organizavam reuniões para discutir papéis e valores sociais. Buscando retratar esse momento marcante na arte da escrita, a autora Deborah Strougo anuncia “A conquista do conde”, seu primeiro romance de época que será lançado pelo Grupo Editorial Coerência.

Inspirada nos romances de épocas escritos por Julia Quinn e na série literária de Carina Rissi, a autora afirmou em entrevista que sempre gostou de viver séculos passados por meio de história: “Essa foi minha tentativa de viver um pouco daquela época através dos meus personagens.”, e concluiu dizendo que assim consegue compreender como eles precisavam lidar com os costumes e expectativas daquela sociedade.

Ambientada em Valença, hoje conhecida como um município do Rio de Janeiro, a história se propõe a apresentar personagens com comentários ácidos e outros que buscam a independência, isso por meio de discussões sobre crenças e pressões sociais durante um século que mulheres não podiam trabalhar, eram dedicadas somente aos cuidados domésticos e paternais.

A carioca Deborah Strougo é muito conhecida no Brasil, atualmente está morando em Lisboa devido sua pós-graduação em Digital Marketing & Analytics, porém segue com cinco títulos literários já publicados — todos romances contemporâneos —, sendo “A conquista do conde” seu sexto livro.

Trazendo referências do século XIX em costumes, roupas, títulos e entre outros detalhes, a escritora tem como foco apresentar um enredo que conquista o leitor tanto no romance quanto nos assuntos discutidos ao longo da narrativa.

“A conquista do conde” narra a história de um novo Conde de Valença totalmente libertino precisando encontrar uma moça para se casar e gerar herdeiros, caso contrário corre o risco de perder o título. Então ele conhece Maria Luísa, mas Helena, sua irmã mais velha, a frente do seu tempo e com fortes opiniões, é contra esse casamento. E por meio de provocações e ameaças os dois aprenderão muito sobre o amor.

O livro está previsto para ser lançado no 1° semestre de 2021 pelo Grupo Editorial Coerência.

Sinopse
Nicolas Duarte precisa assumir o título de Conde de Valença após a morte do pai, vendo-se na obrigação de retornar à sua cidade natal e escolher uma esposa adequada para gerar seus herdeiros. Quando Nicolas conhece Maria Luísa e se encanta por sua beleza e passividade, decide de imediato que ela seria uma condessa ideal.
Porém, uma situação inusitada faz com que seu caminho cruze com o de Helena, uma garota de língua afiada, olhos raivosos e uma ocupação peculiar que o deixam um tanto quanto intrigado.
Helena, por sua vez, não parece gostar nem um pouco quando descobre que o Conde devasso pretende se casar com sua irmã mais nova, deixando bem claro que não o deixará seguir com seus planos iniciais de jeito nenhum.
E, nessa guerra de provocações e ameaças, esses dois aprenderão que nem tudo é o que parece e que o amor pode chegar mesmo sem ser esperado.

Sobre a autora
Strougo é a autora dos romances Inesperadamente Você, Sempre Foi Você, De Repente Nós Dois, A Invenção de Nós Dois e Casos e (não tão) Acasos. Carioca da gema e publicitária, se encantou pela literatura na adolescência, quando começou a escrever poemas que logo se espalharam pela internet. Decidiu se aventurar em fanfics tempos depois e, desde então, nunca mais parou de escrever. Além de ser uma leitora voraz, também adora viajar e se perder em séries, filmes e animes.

Redes sociais
Instagram: @deborahstrougo
Site: https://deborahstrougo.com/ 

maxwelladmin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *