Brian Solis e Domenico De Masi confirmam participação no festival internacional CriAtivar

Brian Solis e Domenico De Masi confirmam participação no festival internacional CriAtivar

O CriAtivar aposta na tendência da dispersão dos grandes centros urbanos, em decorrência do amadurecimento do trabalho remoto. Nesse recorte, Brian Solis e Domenico De Masi se conectam com o CriAtivar ao mostrar como a criatividade pode ser condicionada pela relação humana com a própria atividade laboral e o tempo. No livro Lifescape, Solis aborda como podemos voltar ao equilíbrio e remasterizar os nossos destinos – em vez de sermos vítimas de um ciclo interminável de notícias e tecnologia. De Masi, por sua vez, trará ao evento o conceito de ócio criativo; como a plenitude do indivíduo integral que concilia o trabalho (com o qual cria riqueza); o estudo (com o qual cria o aprendizado e adquire o conhecimento); e o lazer (com o qual cria a alegria e o bem-estar).

O 1º Festival Internacional Santista de Criatividade, Inovação e Sociedade contará com mais de 40 atividades on-line gratuitas, divididas em quatro eixos temáticos: Cidadania Criativa; Tecnologia, Inovação, Negócios e Empreendedorismo; Futuro, Sustentabilidade, Impacto e Cidadania; e Criatividade, Cultura e Arte. Os painéis e debates – com participação de especialistas nacionais e internacionais – terão por foco economia criativa e inovadora, além da construção de uma nova sociedade.

 

O antropólogo digital e futurista Brian Solis e o sociólogo italiano Domenico De Masi confirmaram a participação no 1º Festival Internacional Santista de Criatividade, Inovação e Sociedade. O CriAtivar contará com mais de 40 atividades on-line gratuitas, divididas em quatro eixos temáticos:  Cidadania Criativa; Tecnologia, Inovação, Negócios e Empreendedorismo; Futuro, Sustentabilidade, Impacto e Cidadania; e Criatividade, Cultura e Arte. Organizado por DCovas Projetos Culturais e Corporativos, LAB 4D e Zopp Criativa – com cocuradoria do Atelier do Futuro e realização do Governo do Estado de São Paulo, via PROAC –, o evento acontece de 24 a 27 de setembro de 2020. A transmissão será via plataforma streaming, a partir de Santos.

Autor vários títulos best-sellers e palestrante global, Brian Solis é reconhecido por humanizar a relação entre a inovação disruptiva e o impacto desta nas instituições, nos mercados e nas sociedades. Em suas obras e nas apresentações ao redor do mundo, auxilia no entendimento sobre tendências futuras. Líder e pesquisador do pensamento que explora a transformação digital, Solis se dedica a entender as interrupções digitais, a prever tendências e ajudar as pessoas a moldar o futuro que desejam ver. No CriAtivar, Brian Solis será entrevistado por Luli Radfahrer, professor de inovação e interações digitais da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (USP) e pesquisador de Datacracia. Um dos temas do bate-papo, que integra o eixo Criatividade, Cultura e Arte, será o livro Lifescape – no qual Solis aborda como podemos voltar ao equilíbrio e remasterizar os nossos destinos, em vez de sermos vítimas de um ciclo interminável de notícias e tecnologia.

Domenico De Masi, que será entrevistado por Ana Carla Fonseca – diretora da Garimpo de Soluções; consultora da ONU e do BID; responsável por vários planos de economia criativa no Brasil e no exterior; vencedora do Prêmio Jabuti em Economia e finalista em Urbanismo –, abordará os potenciais da criatividade humana em novos modelos sociais, como a sociedade pós-industrial.

Segundo Mariana Nobre, curadora do CriAtivar, as participações de De Masi e Solis devem contribuir para grandes reflexões sobre o impacto do aumento das interações on-line durante a pandemia. “A Organização Mundial da Saúde decretou que vivemos em estado de infodemia, ou seja, uma superabundância de informações que dificultam que as pessoas encontrem fontes e orientações confiáveis; como impacto na saúde, essa insegurança sobre o futuro causa ansiedade e estresse, aumentando a busca por mais informações. Esse contexto é pano de fundo para que Solis e De Masi abordem a relação contemporânea com tempo, trabalho, ócio, criatividade, lazer e tecnologia”, detalha.

EIXOS DO CRIATIVAR

EIXO 1 | CIDADE CRIATIVA

_De uma economia criativa a uma cidade criativa: alternativas de desenvolvimento econômico.

_Negócios criativos e requalificação urbana.

_Entendendo os movimentos #beofficeless e #foracidadegrande: a diáspora dos criativos.

_A força da identidade local: hiperlocalismo e place branding.

_Centro: um polo criativo.

_Usinas criativas para um mundo pós-covid.

_Cidade criativa para além do empreendedorismo branco.

EIXO 2 | TECNOLOGIA, INOVAÇÃO, NEGÓCIOS E EMPREENDEDORISMO

_Canabusiness: a revolução canábica.

_Para além dos unicórnios: cases de startups santistas.

_Economia prateada: a revolução da longevidade.

_Desafios das mulheres no empreendedorismo.

_Empregabilidade e empreendedorismo trans.

 

EIXO 3 | FUTURO, SUSTENTABILIDADE, IMPACTO E CIDADANIA

_Agenda 2030: compromissos com o milênio, entendendo as ODS da ONU.

_Laboratórios cívicos: a imaginação coletiva.

_O poder do brincar: da saúde mental à transformação social.

_Renda básica universal: equidade para o futuro.

_Arqueologia do futuro: Santos, historicamente criativa.

_Dinheiro para um novo mundo: moedas sociais e novas visões de crédito.

_Liberte o futuro: a desigualdade global é hostil para as futuras gerações.

_ Afrofuturismo: um lúcido paradigma para o futuro.

_Humanismo urgente: as questões fundamentais para o porvir.

_O futuro do trabalho e o trabalho do futuro.

_A inovação está na natureza: olhares da agricultura urbana, da ecogastronomia e da biomimética.

_Mobilidade e inclusão.

_Financiando projetos: match de investidores, matchfunding e leis de incentivo.

 

EIXO 4 | CRIATIVIDADE, CULTURA E ARTE

_É possível ensinar criatividade?

_Criatividade na quebrada: do Vale do Silício ao Vale do Silêncio.

_Ócio e tempo livre: de subversivos a revolucionários.

_Objetivos de Desenvolvimento Sustentável na Moda

_Resistentes e Inovadores: os livreiros no mundo dos algoritmos e dos e-books.

_Mercado da voz: você já pensou em usar a sua?

_Desafios da equidade na produção cultural.

_O movimento maker e a construção de novas realidades.

_Novos papéis dos influenciadores digitais.

_As reinações da gastronomia: como o que está no nosso prato revela o espírito do nosso tempo?

_A era da curadoria.

_Empreendendo na música.

_Como transformar Santos em um polo do audiovisual?

_Audiovisual expandindo: realidade virtual e aumentada, animação; games e video mapping.

_Cinema nacional: rumos e resistências.

 

AGENDA

 Evento: CriAtivar – 1º Festival Internacional Santista de Criatividade, Inovação e Sociedade

Data: de 24 a 27 de setembro

Transmissão: redes sociais do CriAtivar (@festivalcriativar)

Organização: DCovas Projetos Culturais e Corporativos, LAB 4D e Zopp Criativa  Cocuradoria: Atelier do Futuro

Realização: Governo do Estado de São Paulo | PROAC

 

SOBRE O FESTIVAL CRIATIVAR | Organizado pela DCovas Projetos Culturais e Corporativos, LAB 4D e Zopp Criativa – com curadoria do Atelier do Futuro e realização do Governo do Estado de São Paulo, via Programa de Ação Cultural (PROAC) –, o Festival Internacional Santista de Criatividade, Inovação e Sociedade foi pensado para colaborar com o ecossistema de Economia Criativa. O evento acontece em convergência com a Santos Criativa, selo adotado pela cidade. Em 2015, o município passou a integrar a Rede de Cidades Criativas da Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura), na categoria Cinema. De 24 a 27 de setembro, a partir da cidade e para o mundo, serão transmitidas mais de 40 atividades gratuitas como painéis, mostra de design e bate-papos. A programação on-line está alinhada a quatro eixos temáticos: Cidade Criativa; Tecnologia, Inovação, Negócios e Empreendedorismo; Futuro, Sustentabilidade, Impacto e Cidadania; e Criatividade, Cultura e Arte.

maxwelladmin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *