“Alice, Retrato de Mulher que Cozinha ao Fundo” é a atração deste sábado no Teatro Vivo em Casa

“Alice, Retrato de Mulher que Cozinha ao Fundo” é a atração deste sábado no Teatro Vivo em Casa

Peça interpretada por Nicole Cordery, com texto de Marina Corazza e direção de Malú Bazan terá apresentação ao vivo, com abertura musical do artista Swami Jr.

Crédito: Leticia Pinto
O Teatro Vivo em Casa, iniciativa da Vivo para apoiar artistas e incentivar a cultura, ampliando o acesso à arte durante esta pandemia, apresenta neste sábado (05), às 20h, o monólogo “Alice, Retrato de Mulher que Cozinha ao Fundo”, com a atriz Nicole Cordery. Com texto de Marina Corazza, o espetáculo fala sobre a figura de Alice B. Toklas, companheira da escritora Gertrude Stein. Fragmentada e dissonante, tal qual a literatura de Gertrude, a peça lança um olhar em perspectiva sobre a relação entre essas duas mulheres na efervescente Paris do início do século 20. A direção é de Malú Bazan.Encenado do palco do Teatro Vivo, o espetáculo terá transmissão ao público via streaming. Os ingressos são gratuitos e limitados, disponíveis a partir de inscrição via plataforma @vivo.cultura no Instagram. Clientes do programa Vivo Valoriza contam com cota especial de convites. A abertura musical será com o artista Swami Jr. Classificação: 14 anos.

Vivo Cultura
A Vivo acredita na cultura como um instrumento para aproximar pessoas de diferentes realidades. Há 16 anos, apoia iniciativas ligadas ao teatro, museus e artes plásticas. Em 2019, renovou seu compromisso com a arte ao revitalizar o Teatro Vivo, em São Paulo, um espaço moderno e acessível, capaz de receber diferentes produções culturais e, de forma gratuita, mantém o projeto “Ciclo de Leituras Teatrais”, que apresenta ao público parte do processo de criação e direção de um espetáculo.

A empresa apoia ainda, importantes espaços multiculturais como o Palácio das Artes, iniciativa da Fundação Clóvis Salgado, referência na produção, formação e fomento cultural em Minas Gerais, além do Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM) e do Masp. Em 2020, lançou a plataforma @vivo.cultura que consolida as iniciativas da Vivo, voltadas à arte, com o propósito de ampliar o acesso a esses conteúdos.

maxwelladmin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *