Com trama sobre amizade e traição, Edi Rock lança clipe da faixa inédita “Só Deus” nesta sexta (04)

Com trama sobre amizade e traição, Edi Rock lança clipe da faixa inédita “Só Deus” nesta sexta (04)
Música é o segundo single do próximo álbum solo do artista “Origens – Parte 2”, com previsão de lançamento para outubro deste ano
“Só Deus”, a nova música do rapper Edi Rock, chega às plataformas digitais nesta sexta-feira (04) pela Som Livre – ouça aqui. A faixa, que é o segundo single do próximo álbum solo do artista – “Origens – Parte 2”, com previsão de lançamento para outubro -, conta também com um clipe, que fala de amizade, crime, traição e acerto de contas. O refrão, assim como o título, reforça a ideia de que só Deus é capaz de julgar as pessoas por seus erros e comportamentos.

O vídeo mostra Edi e outros três atores em um cenário clandestino, que envolve negociações e dinheiro. No desenrolar da história, um dos personagens engana e rouba um amigo, despertando um sentimento de decepção e vingança – assista aqui. “A ideia é falar de mentira. Nesse caso eu tô falando de um cara mentiroso, que era parceiro e estava lado a lado, mas é malandrão e quer tirar vantagem de certas situações. Ele usa a mentira como ferramenta e usa as pessoas como escada para se dar bem na vida”, conta o artista.

A canção é um boombap pesado e clássico com versos inteligentes, nos quais Edi brinca com as rimas e palavras, e marca a volta da narrativa direta e cortante do integrante-fundador dos Racionais MC’s. A batida característica do gênero, contudo, contrasta com a suavidade da voz de Daniel Quirino, que faz uma participação na música e abusa do uso de melismas. O recurso vocal empregado por Quirino não é à toa, uma vez que aproxima sua entonação do canto dos hinos protestantes e reforça a mensagem proposta no nome e refrão da faixa.

Em “Só Deus”, o artista mostra mais uma vez o que sabe fazer de melhor, reafirmando sua posição como um dos maiores rappers do Brasil. A nova música chega na sequência de ” Vidas Negras “, lançada em junho, e que também integra o álbum “Origens – Parte 2″.”Só Deus” – Edi Rock
Lançamento Som Livre – 04 de setembro/2020

Letra
Composição: Edi Rock / Anderson Franja

Só Deus que decide quando você vai
Só Deus que decide quando você cai

Você cai/ você trai/ você vai/ você volta
Você sai/ você some/ codinome/ você brota
Você pede/ você faz/ você é isqueiro você é gás
Você fede/ você traz/ navio negreiro no cais

Mentira é igual sal/ igual jogo é fatal
Vicioso perigoso venenoso é mental
Faz você/ faz pensar/ em quem tá/ te ouvindo
Faz você/ faz pensar/ pra quem se/ tá mentindo

Faz você/ acreditar que acreditarão
Faz você/ ajoelhar e vir pedir perdão
Faz trair/ confiança de quem te/ ajudou
Faz gerar/ a vingança de quem sempre te amou

Faz você/ faz sorrir/ faz você/ faz chorar
Faz você/ iludir/ faz você lamentar
Ninguém é mais que ninguém/ ninguém mais que uma bala
Ninguém mais que o destino/ quando bate na cara
Então vai

Só Deus que decide quando você vai
Só Deus que decide quando você cai

Você engana os fies/ jogando o nome na vala
Você engana bandido/ você é doente e não sara
Você é loko de pedra/ você é loko de bala
Você é loko de Whisky/ você capota e não para

Você é foda/ você cola/ você joga/ desenrola
Você fala e faz sala/ você canta/ comemora
Você rala e é mala/ você cala e azara
Você para e dispara/ você goza com a vitória

Você pá/ você tá/ você quer/ quer secar
Você já/ vai brilhar/ esse alguém/vai chegar
Vai trincar/ vai somar/ vai chegar dividir
Vai limpar/ te ajudar/ e você ? /destruir

Só Deus que decide quando você vai
Só Deus que decide quando você cai

Sobre Edi Rock
No auge de seus 49 anos, Edi Rock é um dos grandes nomes do rap no Brasil e um dos integrantes fundadores do Racionais MC’s, que completou 30 anos em 2019. Em carreira solo, o cantor e compositor paulistano lançou o EP “Rapaz Comum II” (1999) e os álbuns “Contra Nós Ninguém Será” (2013) e ” Origens ” (2019).

Em “Origens”, seu trabalho solo mais recente lançado pela Som Livre, o artista mergulhou em suas raízes musicais mais profundas e abriu seus horizontes para explorar diferentes sons e se conectar com nomes da nova geração. O álbum é uma celebração à música brasileira, onde o rap se junta ao funk, ao samba e até ao sertanejo, com influências de R&B, reggae, rock, blues e folk. Sem perder sua identidade, Edi Rock marca presença nas composições das 14 faixas, onde conta com participações especiais nacionais e internacionais, entre velhos amigos e jovens promessas, como Xande de Pilares, Simone Brown, Haikaiss, Bivolt e Rael.

Sobre a Som Livre
De 1969 para cá o mercado fonográfico mudou, assim como a forma de se consumir música. Hoje, 50 anos depois de sua criação, a Som Livre é muito mais do que uma gravadora, é o espelho musical do país. Uma empresa 100% nacional voltada para a música, seja qual for a sua plataforma e que reflete, através de seus lançamentos, o gosto e o hábito de consumo do brasileiro.

A Som Livre possui diversas frentes de negócios: venda física, digital, shows, licenciamento e editora. Em seu time são mais de 100 artistas e sua editora é uma das mais importantes do país, representando os direitos de compositores nacionais e internacionais. Na linha de shows, a empresa aposta em festivais de música, que acontecem por todo o país, com as marcas Festeja, Viva Mais Música e Arena Pop.

somlivre.com
facebook.com/somlivre
instagram.com/somlivre
twitter.com/somlivre

maxwelladmin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *