Uma pandemia no colégio de meninas: conheça o thriller feminista da Editora Galera

Uma pandemia no colégio de meninas: conheça o thriller feminista da Editora Galera

Best-seller do New York Times, Meninas Selvagens é a emocionante história de terror feminista sobre três melhores amigas que estão em quarentena em um colégio interno e o que acontece quando uma delas desaparece

Há um ano e meio, a Escola Raxter para Meninas entrou em quarentena. Consumidas pela Tox, doença de origem até então desconhecida, alunas e professoras desenvolveram características estranhas, semelhantes às dos animais que vivem ao redor. A terceira pálpebra de Hetty, a mão bizarra de Reese e a segunda coluna de Byatt, foram as marcas deixadas pela doença que, quando não agia de forma fatal, transformava seus corpos em coisas difíceis de suportar. Escrita por Rory Power, Meninas selvagens (Ed. Galera) combina uma narrativa flutuante com a emocionante história de terror feminista. 

Primeiro, a Tox dominou a floresta. As árvores ficaram mais altas, e as mudas brotavam mais rápido. Depois, as professoras foram morrendo, uma a uma. Então, uma certa manhã, duas meninas arrancaram o cabelo uma da outra durante o café, com uma raiva que, com certeza, não era de origem humana. Ali, a Tox já tinha tomado todas. Durante os primeiros meses as aulas continuaram, como se alunas e professoras estivessem vivas na semana seguinte, mas logo o cronograma escolar deu lugar a tentativa cansativa e, por vezes, frustrante, de sobrevivência.

Localizada numa ilha, a Escola Raxter era o único local possível para que professoras e alunas cumprissem a quarentena, determinada pela marinha. Até encontrarem a cura, elas deveriam permanecer em isolamento total, sem acesso à internet ou telefone. O único meio de informação e fonte de suprimentos, seriam entregues pela náutica. Mas tudo mudou quando Byatt sumiu e Hetty e Resse não vão medir esforços para encontrá-la. O que elas não imaginavam é que os descumprimentos dessas ordens poderiam trazer consequências inimagináveis – e até fatais –.

Será que Byatt ainda está viva? Para onde a Sra. Welch e a Diretora, a quem as meninas tinham total confiança, a levara? Por que alguns alimentos deixados pela marinha eram descartados? Eles queriam mesmo salvá-las? Em uma aventura rumo ao desconhecido, travando uma batalha acirrada pela vida, as meninas da Escola Raxter descobrem mistérios surreais (inclusive sobre como todos, que estão fora da ilha, acreditarem que já estão mortas).

Meninas selvagens combina um cenário de terror com a angústia e a ternura da adolescência para explorar até onde um grupo de meninas é capaz de ir para sobreviver e se manter unido. Rory Power constrói uma narrativa que, por vezes irregular e flutuante, demonstra a originalidade e potência de sua escrita, tornando-se uma das novas apostas do gênero. Com esse título, a autora estreia – brilhantemente – no universo da ficção juvenil.

 SOBRE A AUTORA

Rory Power cresceu na Nova Inglaterra, se formou na Middleburry College e conquistou um mestrado em ficção em prosa na Universidade de East Anglia. Rory lembra com carinho de seu tempo lá, em parte porque aprendeu muito, mas principalmente porque tinham muitos coelhinhos no campus. Meninas selvagens é seu primeiro romance.

MENINAS SELVAGENS
(Wilder girls)
Rory Power

Tradução de Marcela Filizola 
320 págs | Preço:  R$ 44,90

 

maxwelladmin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *