Lexa libera álbum e clipe de “Sussu” de surpresa nesta quinta (17)

Lexa libera álbum e clipe de “Sussu” de surpresa nesta quinta (17)
Cantora mostra suas diferentes facetas ao incorporar ritmos como trap, axé e pagode ao seu popfunk

O álbum LEXA é um grande encontro das tantas Lexas que habitam em mim.

É um encontro comigo mesma, com minha origem, minhas raízes, a minha essência musical.
Um encontro sem lei.
Que não admite rótulos.
LEXA é uma celebração da liberdade.
A liberdade de ser quem eu sou de verdade.
E de fazer as minhas próprias escolhas.
É a minha voz ecoando a voz de tantas outras mulheres.
LEXA é a sapequinha e a diva ao mesmo tempo.
É o que eu quiser ser.
É tudo que dentro de mim se mistura… e dá LEXA.
Um mix do asfalto com a comunidade.
Do palco com a pista.
É a mistura do trap com o funk.
Do funk com o pop.
Da batida com a melodia.
Da sensualidade com o ritmo.
Da suavidade com a emoção.
Do beat com o refrão.
Um mix de talentos.
Feat. com Pedro Sampaio… com Luísa Sonza… com Sorriso Maroto… com Psirico… sabe o que deu? LEXA.
Muito prazer, essa sou eu.

___

A Sapequinha tá ON! Todos já sabem que a Lexa adora uma novidade, mas desta vez ela pegou todo mundo de surpresa! A cantora lançou na noite desta quinta-feira (17) seu novo álbum “LEXA” e o clipe inédito da faixa ‘Sussu’, antecipando as estreias que estavam programadas para sexta. Confira nas plataformas de música e no YouTube. Outra novidade é que uma versão Deluxe do álbum, com faixas inéditas, está prevista para sair pela Som Livre até o final do ano.

LEXA! Em alto e bom som, o nome do novo trabalho da cantora foi escolhido por representar um reencontro de suas raízes com ela mesma. Vivendo mais um marco importante em sua trajetória profissional, seu segundo álbum chega pela Som Livre com 9 faixas, sendo 6 inéditas, e com ecléticas participações especiais: Luísa Sonza, Márcio Vitor (Psirico), Bruno Cardoso (Sorriso Maroto) e Pedro Sampaio. A produção é dos Dogz, formado pelo trio Pablo Bispo, Sérgio Santos e Ruxell. Darlin Ferrattry assina a produção executiva da cantora Lexa.

“Esse projeto é a minha cara! A raiz do álbum é o funk, mas ele tem vários estilos e segmentos musicais misturados, como o trap e também o pop, que está super forte. Esse álbum foi extremamente bem produzido e muito bem trabalhado, fiz tudo com muito carinho! E as surpresas não acabaram, aguardem mais novidades!”, declara Lexa fazendo mistério e convidando o público a ficar ligado em suas redes.

Vivendo sua melhor fase, como primeira e atual apresentadora do TVZ no Multishow e gravando uma série documental para o Globoplay, Lexa exibe neste novo projeto musical suas inúmeras facetas e prova todo o seu talento ao acrescentar diferentes gêneros à sua sonoridade.

Entre o mix de ritmos e as canções inéditas estão o gingado do axé com participação de Márcio Vitor do Psirico na faixa ‘De novo e de novo’ e o romantismo do pagode de Bruno Cardoso, do Sorriso Maroto, em ‘Quase lá’. Com a amiga Luísa Sonza, Lexa lança uma faixa carregada no pop, intitulada ‘Quebrar seu coração’. Marca registrada da cantora, o popfunk, vem muito bem representado nos singles solos inéditos, como na música de trabalho ‘Sussu’, que ganha um beat de trap, e nas faixas ‘Sobrenatural’ e ‘Vai descendo’. Sucessos já lançados como “Aquecimento da Lexa”, “Treme Tudo” e “Chama Ela”, com participação de Pedro Sampaio, que juntos somam mais de 140 milhões de visualizações só no YouTube, integram o projeto.

Além do álbum completo nas plataformas de música, a cantora também liberou o clipe de ‘Sussu’ nesta quinta. Com direção de João Monteiro, Lexa se diverte com um grupo de amigas em uma atmosfera pop, super colorida, e claro, com uma coreografia de tirar o fôlego! “Acho que as pessoas vão sentir um clima de muita naturalidade no clipe… As cores estão lindas e os looks bem divertidos, seguindo o conceito do álbum. Vai ter muita dança e parceria entre amigas, confraternizando bons momentos juntas!”, declara a cantora sobre o clipe.

E para entrar no clima do lançamento de ‘Sussu’, abreviação carinhosa para dizer que está tudo suave, Lexa entrega suas escolhas: “Olha, o que me deixa ‘sussu’ é estar alegre, é ficar também de boa na minha casa, vendo minhas séries e claro, ficar agarradinha com meu marido”, finaliza.

Álbum “LEXA” (9 faixas)
Lançamento Som Livre – 17 de setembro/2020

1. Sussu
2.Quebrar seu coração (ft Luísa Sonza)
3.Chama Ela (ft Pedro Sampaio)
4. Quase lá (ft Bruno Cardoso/Sorriso Maroto)
5. Sobrenatural
6. Aquecimento da Lexa
7. Vai descendo
8. De novo e de novo (ft Psirico)
9. Treme Tudo

Letra “Sussu”
Composição: Lexa, Ruxell, Sérgio Santos e Pablo Bispo

Eu vim dizer pra tu
Que o clima hoje tá suave
Suave, sussu

Vem mexendo o bumbum
Rebolando em cima da laje
Suave, sussu

Ela joga, ela empina
Isso é trap com funk menina

Ela joga, ela empina
Isso é trap com funk menina

Quando eu mandar tu vai chegar
E na maldade vai jogar

3 2 1
Se Joga se joga se joga se joga
Quebra, desce, joga vai
Solta o pontinho DJ

Sobre Lexa
Lexa é conhecida pelo carisma e hits dançantes em suas apresentações que agitam o público por onde passa. A trajetória da cantora começou desde muito nova pela ligação com a música e a influência de familiares. Em 2015 estourou com ” Posso Ser”, sendo a música mais tocada do ano em todas as rádios do Brasil. Em seguida, lançou o álbum “Disponível”, que rendeu várias conquistas. Dentre elas, ” Para de Marra”, que marcou a carreira da cantora e acumula mais de 50 milhões de visualizações.

Entre 2018 e 2019, Lexa lançou a trilogia de sucesso formada por ” Sapequinha”, em parceria com MC Lan (que ganhou Certificado de Diamante pela Pró-Música Brasil), ” Provocar”, com Gloria Groove e ” Só Depois do Carnaval”, que juntas acumulam mais de 360 milhões de views no canal de YouTube da cantora. Entre outras parcerias bem-sucedidas estão ” Amor Bandido”, com MC Kekel (indicada ao Prêmio Multishow 2019 como Clipe TVZ do Ano), ” Apimentadíssima”, com Dennis DJ e ” Chama Ela” com Pedro Sampaio, que acumula mais de 75 milhões de visualizações. Ainda em 2019, Lexa se juntou com Anitta, Luísa Sonza e MC Rebecca em ” Combatchy”, que segue animando as pistas de dança e já ultrapassou a marca dos 155 milhões de visualizações.

A cantora iniciou 2020 com diversos projetos, começando com ” Bate Palma”, parceria com MC Jottapê, e animou o carnaval com ” Aquecimento da Lexa”, que já conta com mais de 55 milhões de views. Em seguida surpreendeu a todos com sua personagem futurista em ” Treme Tudo” e foi uma das artistas pioneiras a lançar na quarentena um clipe com gravação 100% remota, ” Largadão”. Em setembro, a cantora lança seu novo álbum homônimo, “LEXA”, com 9 faixas, sendo 6 inéditas.

Sobre a Ferrattry
Sob o comando da empresária Darlin Ferrattry. A Ferrattry Empreendimentos Artísticos administra a carreira da cantora Lexa, entre outros artistas no cenário.

Sobre a Som Livre

Sempre em busca de novos talentos e de portas abertas para diferentes vertentes musicais, há mais de 50 anos a Som Livre é responsável por apostar e lançar diversos nomes de sucesso no mercado. Hoje a Som Livre é muito mais do que uma gravadora, é a maior empresa nacional produtora de conteúdo e marketing musical.

Seja qual for a plataforma de lançamento, a Som Livre se faz presente como a trilha sonora de momentos especiais, refletindo assim as preferências e hábitos do público brasileiro. Durante sua história, a Som Livre lançou nomes importantes da música no país, como Djavan, Barão Vermelho, Cazuza e atualmente possui os maiores nomes da música nacional. Na linha de shows, a empresa é detentora de grandes festivais e eventos, como Festeja, Samba Demais, Destino Música e Arena Pop, além de assinar projetos para outras marcas, como o Glacial Fest, da Heineken.

No time de sertanejo e forró da Som Livre estão nomes como Marília Mendonça, Jorge & Mateus, Maiara & Maraisa, Wesley Safadão, Michel Teló, Zé Neto & Cristiano, César Menotti & Fabiano, Mano Walter, Xand Avião e Raí Saia Rodada. O samba e o pagode são estrelados por nomes como Thiaguinho, Alexandre Pires, Raça Negra, Tiee e o grupo Menos É Mais. A MPB é representada por Ney Matogrosso, Novos Baianos, Erasmo Carlos, João Bosco e no selo slap estão artistas como Maria Gadú, Marcelo Jeneci, Céu e Scalene. O pop e o funk trazem os fenômenos Lexa, Kevin O Chris, MC Kekel e a dupla Carol & Vitoria, enquanto o cast de rap carrega artistas como Edi Rock, Haikaiss e Filipe Ret. O selo austro de música eletrônica é formado por Bhaskar, Mojjo, Ralk e Samhara. E Ton Carfi, Davi Sacer e Clovis Pinho representam o gospel da Som Livre.

Som Livre, há mais de 50 anos a trilha sonora da sua vida.

Acompanhe a Som Livre nas redes:
somlivre.com
instagram.com/somlivre
facebook.com/somlivre
twitter.com/somlivre
youtube.com/somlivre
linkedin.com/somlivre

maxwelladmin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *