Mirian Goldenberg compartilha dicas para encontrar a felicidade

Mirian Goldenberg compartilha dicas para encontrar a felicidade

Antropóloga participou de live com Antonia Frering e revela estar para lançar mais um livro

Nesta quarta, 16, Antonia Frering convidou a antropóloga Mirian Goldenberg para falar sobre felicidade em live no seu Instagram. A escritora carioca tem 30 livros publicados e, durante o bate-papo, compartilhou dicas preciosas para conquistar a felicidade possível. Além dos conselhos, ela ressalta a importância de reconhecer os próprios limites, descobrir o propósito de vida e aproveitar ao máximo o tempo.

Considerada por ela mesmo uma aluna para descobrir o melhor de si, Goldenberg revela a origem dos seus estudos sobre felicidade. “Quando completei 40 anos comecei a pesquisar o envelhecimento, mas depois descobri que estava pesquisando a felicidade”, conta a antropóloga. Seu livro mais recente “Liberdade, Felicidade e Foda-se” foi inspirado no seu TEDxSãoPaulo no qual abordou a temática “a invenção de uma boa velhice”, o público que a assistiu gostaram tanto do tema que pediram para transformá-lo em livro. “Em cada capítulo eu mostro passos para conquistar a felicidade”, informa a pesquisadora.

6 dicas para conquistar a felicidade:

O essencial é individual
1.”O que é importa não é o que falta. Ao invés de olhar as faltas, olhe para o que é essencial e especial de cada um”.
Autocuidado

2. “As mulheres, principalmente as brasileiras, têm essa dificuldade, cuidam de todo mundo, não cuidam delas e ainda se sentem culpadas por terem a obrigação de cuidar de todo mundo. É importante cuidar de si”.

Prioridades
3. “Aprender a dizer não, as brasileiras não sabem dizer não. O nosso não é sempre no diminutivo, diferente das alemãs. Tem milhares de não que a gente não dá e liga um vampiro emocional. É impossível fazer tudo”.
4. “O que não quer para a sua vida precisa ser retirado, incluindo pessoas”.

Afastar-se das más energias
5.”Os vampiros emocionais são quem sugam a nossa energia e saúde, muitas vezes eles nem percebem. Podem ser pessoas da família, amigos de infância, gente que em algum momento fez parte da sua vida. Proteja-se emocionalmente evitando que fiquem perto”.

Proteção psicológica
6. “Ligue o botão interno do foda-se. Eu não falo foda-se, eu sorrio, concordo e internamente aciono o meu botão do foda-se” .

Ainda na conversa com Antonia Frering a antropóloga compartilhou mais dados sobre a pesquisa da felicidade, denuncia golpes financeiros com a terceira idade, comprovando um aumento nos últimos anos. E também celebra a importância das amizades para a saúde mental.

Assista a  entrevista na íntegra:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Um papo delicioso sobre Felicidade, com a querida @miriangoldenberg .

Uma publicação compartilhada por Antonia Mayrink Veiga Frering (@antoniafrering) em

maxwelladmin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *