Infectologista Rosana Richtmann está no #Provoca desta terça-feira (19/1)

Infectologista Rosana Richtmann está no #Provoca desta terça-feira (19/1)

Médica conversa com Marcelo Tas sobre politização da vacina, ciência e escolha da carreira

#Provoca desta terça-feira (19/1) entrevista a médica infectologistaRosana Richtmann. No programa, comandado por Marcelo Tas, ela fala sobre coronavírus, vacinas, investimento científico, perda da fé na ciência, presença das mulheres na área e a escolha da carreira. A edição, parte da seleção dos melhores programas de 2020, vai ao ar às 22h15, na TV Cultura e no YouTube.

Sobre ter se candidatado a receber a vacina, ela diz: “[…] nós da saúde e da ciência temos obrigação de dar uma resposta para a população. Quanto mais você se envolver, melhor. Então eu me inscrevi nos três projetos, do Butantã, de Oxforf e da Biontech com a Pfizer. O primeiro que me chamou, eu aderi. Então eu sou voluntária de uma e pesquisadora da outra”.

Em entrevista a Marcelo Tas, a infectologista comenta que a politização da vacina, do tratamento, de uma maneira geral não acomete o cientista. “O principal pesquisador da vacina de Oxford conversa com o principal da vacina CoronaVac, que conversa com o pesquisador da outra. O que nós queremos, o nosso problema é o vírus […] Esses grandes chefes acabam induzindo as pessoas a comportamentos inadequados […] É a mesma coisa que eu fazer uma regra no hospital e simplesmente não cumprir”.

Realização: Fundação Padre Anchieta, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal – Lei de Incentivo à Cultura

maxwelladmin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *