Ação de reciclagem do Circuito Mar, realizada em Salvador durante o não-carnaval de 2021, vira tema de minidocumentário

Ação de reciclagem do Circuito Mar, realizada em Salvador durante o não-carnaval de 2021, vira tema de minidocumentário

Projeto fruto da parceria entre MAP Brasil, SOLOS e Ambev, teve como principal objetivo inserção socioeconômica de cooperativas de reciclagem afetadas diretamente pelos desdobramentos da pandemia 

A necessidade de cancelar o Carnaval durante a pandemia afetou uma ampla cadeia de atividades e trabalhadores de diferentes setores. Neste cenário, com o intuito de minimizar os impactos socioambientais sofridos por cooperativas de reciclagem pela não-realização do evento em 2021, a Casa MAR, hub criativo localizado no bairro Rio Vermelho, em Salvador, que tem como objetivo fortalecer e resgatar a singularidade nordestina dentro do cenário artístico por meio de projetos de grande impacto, em parceria com a AMBEV e a SOLOS, promoveu em fevereiro uma ação de sustentabilidade que virou o tema do minidocumentário  “Circuito Mar Reciclagem: Carnaval 2021”, lançado nesta semana no IGTV @casamar.art.

Traçando paralelos entre o Carnaval de 2020 e o deste ano, o projeto audiovisual mostra como, um ano após o início das restrições de atividades devido à pandemia, os catadores de materiais recicláveis foram afetados diretamente pela ausência de eventos. Trazendo a sustentabilidade e a busca por um mundo com mais empatia e solidariedade como seu principal tema, o minidocumentário, em formato do curta, revela depoimentos de quem participou do movimento, que contou com uma mobilização de milhares de pessoas que descartaram corretamente seus resíduos e deram visibilidade ao trabalho dos catadores.

A iniciativa retirou mais de 35  toneladas de materiais, como latinhas de alumínio, garrafas PET e de vidro, caixas de papel e até óleo de cozinha e gerou cerca de R$ 100 mil em renda para mais de 200 cooperados. “A união entre a SOLOS, Casa MAR, Ambev e cooperativas de reciclagem foi algo realmente grandioso. O resultado e a possibilidade de fortalecer e valorizar o trabalho socioambiental realizado pelas cooperativas, inspirando que a reciclagem seja uma atitude que vire parte do cotidiano de cada um de nós, nos mobiliza diariamente, por isso, o lançamento deste documentário é tão importante. Queremos mostrar que juntos podemos mudar o mundo”, explica Saville Alves, sócia cofundadora da SOLOS e correalizadora do projeto.

Apoiada pela Casa Mar, hub criado pela MAP Brasil, uma das maiores e mais conceituadas agências do mercado publicitário e artístico nacional, a ação fez parte de uma das iniciativas realizadas pelo Circuito Mar, programação digital e cultural que aconteceu nos dias de carnaval com o intuito de levar à casa dos foliões um pouco da alegria e musicalidade típicas do carnaval baiano. Tendo como um de seus pilares a sustentabilidade, a Casa MAR continuará dando suporte a projetos e ações de cunho sustentável nos próximos meses, servindo também como palco para trocas e debates sobre o assunto. 

Com patrocínio da AMBEV e apoio do Hiperideal, o projeto é uma realização da One Stop, MAP, SOLOS e Casa MAR, com a participação das cooperativas CAEC, CAMAPET, COOPERGUARY e COOPERBARI.

SOBRE A CASA MAR

A Casa MAR é um hub de cultura, influência e tecnologias criativas, criado pela MAP Brasil em parceria com a AMBEV que tem como principais objetivos potencializar criatives – com foco em pluralidade e protagonismo negro e LGBTQIA+, sendo um espaço de conexão entre realizadores, público, marcas e oportunidades de negócio. Toda sua estrutura foi pensada para receber de forma completa, festivais de música e cinema, estreias de teatro, espetáculos de dança e festivais de gastronomia com todo o suporte para que esses eventos aconteçam e cheguem aos mais diversos públicos.

SOBRE A SOLOS

Criamos ações que tornam acessível o descarte sustentável de embalagens pós-consumo e compartilharmos essas histórias com afeto, melhorando a vida de todos: das pessoas às tartarugas marinhas. Com três anos de atuação, já coletamos 400 toneladas de materiais, o que gerou quase R$ 1 milhão em renda para cooperativas de reciclagem, em conjunto com marcas como Braskem, Basf e Ambev.

maxwelladmin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *