Secretaria de Cultura e Economia Criativa apoia festival de Tango 100% online e gratuito

Secretaria de Cultura e Economia Criativa apoia festival de Tango 100% online e gratuito

Contemplado pelo programa de fomento ProAC Expresso LAB, o Tangueiros in Concert homenageia dois grandes nomes do ritmo argentino: Carlos Gardel e Astor Piazzolla

Que tal curtir cinco noites de tango para dançar em casa? Essa é a proposta do festival “Tangueiros in Concert”, que traz como tema a obra dos dois maiores compositores do estilo musical argentino: Carlos Gardel e Astor Piazzolla. O projeto também integra as comemorações do centenário de nascimento de Piazzolla”, afirma o regente e pianista Pedro Henrique Calhão, idealizador do evento online e gratuito apoiado pelo Governo de São Paulo e Governo Federal por meio do ProAC Expresso LAB, que estará acompanhado pelos músicos Facundo Estefanelli, Israel Fogaça Jr e Martin Lima no bandoneón.

As lives do “Tangueiros in Concert” acontecem nos dias 05, 06, 07, 08, 09 e 10 de abril, às 20h30, pelo Facebook, no endereço: http://www.facebook.com/pedrohcalhao

Programação completa

LIVE 1 – 05 de abril de 2021, às 20h30

“Por una cabeza”, de Carlos Gardel, e “Balada para un loco”, de Astor Piazzolla.

LIVE 2 – 06 de abril de 2021, às 20h30

“Caminito”, de Juan de Dios Filiberto, e “Años de Soledad”, de Astor Piazzolla.

LIVE 3 – 07 de abril de 2021, às 20h30

“La Cumparsita”, de Gerardo Matos Rodríguez, e “La Bicicleta Blanca”, de Astor Piazzolla

LIVE 4 – 08 de abril de 2021, às 20h30

“Los Pajaros Perdidos” e “Adíos Nonino”, de Astor Piazzolla.

LIVE 5 – 09 de abril de 2021, às 20h30

“Volver”, de Carlos Gardel, e “Libertango”, de Astor Piazzola.

LIVE 6 – 10 de abril de 2021, às 20h30

“Commo Il Faut”, de Eduardo Arolas, e “Oblivion”, de Astor Piazzolla

Balanço da Lei Aldir Blanc

Em 2020 foram concluídas as etapas necessárias para assegurar a destinação, por meio da Lei Aldir Blanc, de R﹩ 272,1 milhões ao setor cultural e criativo de São Paulo. Ao todo, o Governo do Estado recebeu R﹩ 281,8 milhões do Governo Federal, sendo R﹩ 264,1 milhões relativos à cota original do Estado e R﹩ 17,6 milhões provenientes da reversão de valores não utilizados por municípios. O índice de execução, portanto, foi de 100% do valor recebido inicialmente e de 96,9% do total recebido.

maxwelladmin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *