Cineastas participam de debate ao vivo sobre cinema nacional

Cineastas participam de debate ao vivo sobre cinema nacional

Na sexta-feira, 16 de abril, às 20h, Helena Ignez, Vera Terra, Júlio Bressane, Aruanã Cavalleiro, Ewerton Belico e Viviane Ferreira (diretora da Spcine) participarão de um debate que será transmitido ao vivo pelo Youtube.

O evento é parte da programação do projeto “Cinema de Invenção – Entre os Ditos e a Ditadura”, homenagem ao cineasta Elyseu Visconti Cavalleiro (1939-2014), promovida pelo Instituto Via Cultural, com realização do Governo do Estado de São Paulo, Secretaria de Cultura e Economia Criativa e Governo Federal, Pátria Amada Brasil.

O tema do debate será a obra de Elyseu Visconti Cavalleiro, que completou 50 anos de carreira, e a relação dos convidados com elas e com o autor dos filmes. Os cineastas também discutirão sobre o cinema da época e sobre o cinema nacional atual.

Na semana seguinte ao debate, de 19 a 25 de abril, o projeto “Cinema de Invenção – Entre os Ditos e a Ditadura” exibirá, sempre às 21h, dois longas-metragens e quatro documentários de Elyseu.

A programação completa do projeto “Cinema de Invenção – Entre os Ditos e a Ditadura”, que inclui 6 videoaulas, 6 webinários, 6 apresentações da obra cinematográfica do diretor, 6 podcasts e uma mostra com textos e imagens sobre a trajetória do cineasta carioca, está disponível gratuitamente em: https://www.viaculturalblog.org.br/cinema-de-invenção

Serviço:

Debate “Cinema de Invenção – Entre os Ditos e a Ditadura”

Transmissão: 16 de abril, às 20h

Reprise: 18 de abril, às 20h

Canal do Instituto Via Cultural no Youtube: https://www.youtube.com/ViaCultural/

Sobre Elyseu Visconti Cavalleiro

O cineasta Elyseu Visconti Cavalleiro foi diretor, produtor e um artista experimentalista. Herdeiro de plasticidade ímpar, expressada no desenho e nas artes gráficas, produziu nos anos da ditadura no Brasil, uma cinematografia autoral, antropológica e experimental, distribuída entre dois longas-metragens (Monstros de Babaloo e O Lobisomem – O Terror da Meia Noite) e, dezenas de documentários sobre cultura popular, arquitetura colonial e outros temas.

Sobre o Instituto Via Cultural

Fundado em 2005, o Instituto Via Cultural é uma OSCIP regulamentada e certificada pelo Ministério de Justiça desde 2008, Instituição Cultural reconhecida pela Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo em 2010 e Ponto de Cultura da Prefeitura do Município de São Paulo desde 2014. O Instituto atua como ferramenta para a construção de uma sociedade cultural cidadã e autossuficiente, mantenedora dos seus bens e patrimônios, conhecedora de sua história, formação e importância, assim como propicia capacitação das comunidades locais para introdução ao mercado de trabalho e geração de recursos para sua subsistência. Tem o olhar voltado para a atuação artística e cultural como base de uma nova educação. Cria e coordena projetos ligados às artes plásticas e visuais, patrimônio histórico material e imaterial, audiovisuais, documentários, mostras e publicações especializadas ligadas aos projetos.

maxwelladmin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *