Sesc Santo André lança projeto inspirado na obra ‘Alice no País das Maravilhas’

Sesc Santo André lança projeto inspirado na obra ‘Alice no País das Maravilhas’

‘reAlices: narrativas artevisuais’ reúne obras inéditas de oito  artistas criadas a partir de capítulos  do icônico livro de Lewis Carroll. De formato híbrido, o projeto trará ações online e uma exibição presencial, ainda sem data, em função do agravamento da pandemia.

Visando a diminuição do risco de contágio e propagação do Covid-19, conforme as orientações do Governo do Estado de São Paulo sobre a mudança para fase vermelha do Plano São Paulo, o Sesc São Paulo suspendeu a visitação presencial de todas as exposições das unidades na capital, na Grande São Paulo, no interior e no litoral. 

Obras inéditas transformam o espaço expositivo da unidade em uma interpretação artística variada sobre os lugares pelos quais Alice passou em sua viagem ao País das Maravilhas.

Alice no País das Maravilhas, de Lewis Carroll, é um dos grandes clássicos da literatura mundial, derivando em filmes, obras de arte, animações e muitos outros produtos que ocupam o imaginário coletivo. O Sesc Santo André apresenta uma mostra que traz a interpretação artística de oito artistas – muitos deles, arte-educadores – sobre a obra literária. Esse é o mote de reAlices: narrativas artevisuais, projeto híbrido composto por ações online e exibição física, disponível quando se tornar possível a visitação presencial à exposições de arte.

Para ativação das ações online do projeto, o Sesc Santo André promove no dia 13 de abril, às 17h, em seu perfil no Instagram (@SescSantoAndre) uma live com a participação dos artistas. Fazendo alusão à obra de Carroll, é um convite para um “chá da tarde” virtual. reAlices trará uma série de ações e uma programação integrada composta por oficinas em vídeo, cursos aplicados pelos artistas e vídeos sobre os artistas e suas obras. A visita presencial à exposição não é possível por ora, em função das medidas de combate à Covid-19. Enquanto isso, prévias da mostra serão compartilhadas com o público por meio das redes sociais e do site da unidade: https://www.sescsp.org.br/santoandre.

Seis momentos-chave do percurso de Alice no País das Maravilhas estão sendo interpretados pelos oito artistas a partir de técnicas diversas: Guta Moraes (Floricostura) com feltragem a seco,  Mauro Yamaguti com muralismo, Renan Santos com ilustração, Nicole Bustamante com desenho em nanquim,  Mariana Ser com fotocolagem, Ariádine com papercutting, Alex Rodrigues e Daniel Esteves com história em quadrinhos. O intuito é que o público seja a Alice enquanto os artistas representam os tradutores do que ela viu no país das maravilhas. 

A exposição foi desenhada para transformar a cenografia atual da galeria em páginas imaginadas pela personagem título do livro. A ativação do espaço da unidade também colabora com a ideia da narrativa, já que se trata de um grande corredor, onde é possível imaginar um caminho cronológico transformado de acordo com os espaços em que Alice passa. 

Os artistas foram provocados por Priscila Xavier e Tatiana Fujimori, do núcleo artístico do Sesc Santo André, a se inspirar em capítulos do livro que evocam imagens bem conhecidas pelo público, como o “chá maluco” com o Chapeleiro, o encontro com a Rainha de Copas, a queda na toca do Coelho e muitas outras.

“Dividimos todos os capítulos entre os artistas pensando nas imagens que poderiam ser representadas a partir de técnicas com que cada artista tem mais afinidade”, explicam as curadoras, complementando que todos tiveram total liberdade poética para recriar o país das maravilhas, o que resulta tanto em imagens mais próximas das trazidas pelo livro quanto por outras mais abstratas.

Serviço:

reAlices: narrativas arte visuaisSesc Santo André – R. Tamarutaca, 302 – Vila Guiomar
Para mais informações, acesse o portal: sescsp.org.br/santoandre 

maxwelladmin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *